Produtos Sensual Knowledge Saber mais...A Ginástica Vaginal

Saber mais...A Ginástica Vaginal

Saber mais...A Ginástica Vaginal

Saber Mais... A Ginástica Vaginal

Felizmente, existem várias técnicas para o fortalecimento da musculatura vaginal, entre eles, os famosos exercícios de Kegel que muitas mulheres experimentam na ginástica de preparação para o parto. Estes consistem, na contracção e relaxamento dos músculos da vagina.
Para descobrir exactamente os músculos que precisa contrair, interrompa seu fluxo quando estiver urinando. Os músculos que usa para esta contracção são exactamente aqueles que tem que contrair e depois, relaxar.
Estes exercícios podem ser feitos em qualquer lugar, de pé, sentada ou deitada. Ninguém vai perceber que o está a fazer.
Frequência:
Deve tentar realizar 15 contracções, pelo menos três vezes por dia, mas quanto mais vezes repetir, melhor.
Nota Importante:
A interrupção da urina não deve ser usada como exercício, pois corre o risco de desenvolver infecções se o fizer com frequência, ele serve apenas, para que identifique exactamente que músculos têm de contrair.
Algumas especialistas da ginástica vaginal, como por exemplo as pompoaristas, usam as bolinhas ben-wa para treinar movimentos de sucção e de expulsão como forma de dar mais prazer aos parceiros.
Um dos exercícios, consiste em colocar uma bolinha na vagina e tentar sugar a outra. Ao início será difícil que o consiga fazer, pelo que, é importante tentar ajudar, inicialmente com o dedo empurrando-a delicadamente.
O outro exercício, consiste em após a introdução das duas bolinhas, tentar expelir uma delas. Poderá igualmente ser difícil de executar pelo que deverá facilitar o movimento puxando o fio.
Depois de conseguir fazer isto com as bolinhas, sugar e expelir, conseguirá fazer o mesmo com o órgão genital masculino, aumentando assim o seu prazer podendo controlar mais facilmente a penetração durante a relação sexual.
Existem ainda, técnicas realizadas ou prescritas por urologistas e fisioterapeutas, que podem incluir o uso de cones"cones vaginais", que são uma espécie de "halteres" para os músculos da vagina. São conjuntos de cinco cones de pesos diferentes. A paciente introduz os pesos e caminha, não sendo necessário contrair os músculos vaginais, pois a contracção é involuntária, assim como nas bolinhas.
Para as situações de maior relaxamento da musculatura existe a possibilidade de se realizarem sessões de eletro-estimulação vaginal, através de aparelhos que contam com corrente eléctrica, que não dão pequenos choques provocando a contracção e relaxamento involuntário dos músculos vaginais, promovendo seu fortalecimento.